Notícias

Registro de especialidade no Cremeb agora é online

21 de março de 2019

Os médicos que ainda não registraram seu título de especialista no Conselho Regional de Medicina do Estado da Bahia (Cremeb) não têm mais desculpas. A partir de agora o serviço é online, através do site da instituição, na seção “Para os Médicos” – “Especialidades Médicas” – “Registro de Especialidade”.

Além de ser cômodo, o procedimento é seguro. Isso porque, para efetuar o registro, o médico deverá estar logado em uma área restrita e isso só é possível através de uma senha pessoal. Em seguida, basta preencher o requerimento, que é autoexplicativo, além de anexar o Título de Especialista ou o Certificado de Residência Médica (frente e verso) em formato ‘pdf’ ou ‘jpg’.

Após o envio da documentação, o profissional receberá por e-mail um boleto para o pagamento da taxa de serviço, que, conforme Resolução CFM nº 2.185/2018, atualmente custa R$ 106. O médico não vai precisar enviar o comprovante bancário, pois essa transação será feita automaticamente pela instituição financeira.

“Essa iniciativa é uma continuidade na modernização dos nossos processos, que tem como objetivo oferecer mais agilidade, conforto e segurança aos nossos jurisdicionados”, destaca a presidente do Cremeb, conselheira Teresa Maltez. Ela explica ainda que, após a conclusão do procedimento, o Certificado de Registro de Especialidade poderá ser impresso no site do Cremeb, na área restrita do médico.

Exceção – De acordo com a Resolução CFM 2.220/2018, é permitido o Registro de Qualificação de Especialista (RQE) em virtude de documentos e condições anteriores a 15 de abril de 1989, desde que os médicos requerentes comprovem esse direito de acordo com os critérios vigentes à época. Os documentos devem ser apresentados na sede do Cremeb, em Salvador, ou em uma das 17 delegacias regionais.

Os médicos inscritos no Conselho Regional de Medicina estão habilitados para exercer a profissão em todos os seus ramos. No entanto, o médico só pode anunciar a especialidade após ter registrado o título no Conselho, conforme prevê o Manual de Publicidade Médica. “Além disso, quando o médico registra a sua especialidade no Conselho, toda a sociedade passa a ter acesso a esta informação, pois fica disponível no site do Cremeb, através da ferramenta gratuita de busca de médicos”, lembra Dra. Teresa.

Compartilhe: