Notícias

CREMEB apoia abertura da CPI do Mais Médicos

29 de novembro de 2018

O Conselho Regional de Medicina do Estado da Bahia (Cremeb) manifesta apoio à abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) no Congresso para investigar denúncias de irregularidades e a falta de transparência no Programa Mais Médicos (PMM). A proposta da instauração, que foi protocolada ontem (28), é do deputado federal Jerônimo Goergen (RS). O pedido de investigação contou com o apoio de 172 parlamentares, um a mais que o número mínimo regimental necessário.

“Primeiro, há um rompimento unilateral do contrato e a retirada às pressas dos primeiros médicos. Depois vem à tona uma série de telegramas secretos mostrando que a iniciativa partiu do governo cubano, retirando do Congresso Nacional qualquer forma de validação e análise do convênio. Agora, fala-se em lavagem de dinheiro, uma garantia para que Cuba pudesse honrar os empréstimos do BNDES para a construção do Porto de Mariel. Ou seja, a história só piora”, declarou Goergen, em seu site oficial.

Para o Cremeb, a abertura de CPI pode ser uma forma de tentar esclarecer a decisão do governo federal de firmar um contrato com Cuba para atrair médicos, uma vez que, no Brasil, sempre houve profissionais em número suficiente e interessados em aderir ao serviço público de saúde, desde que haja contratos de trabalho regulares. “Prova disso é a alta demanda nesta edição do programa, destinado a médicos brasileiros ou com diplomas revalidados, que em apenas cinco dias completou 98% das vagas”, declarou a presidente do Cremeb, conselheira Teresa Maltez.

Compartilhe:
» Portal da Transparência » Atualize seu endereço » Imprima aqui seu boleto » Código de Ética Médica » Cód. de Processo Ético-Profissional » Pareceres e resoluções » Regras de publicidade médica » Biblioteca Online Curta nossa página
no Facebook